Carreiras na Era Exponencial

Autonomia, maestria e propósito habilitados pela tecnologia estão na base do modelo econômico exponencial e estimulam uma nova abordagem para o planejamento da carreira profissional. Nos mais variados projetos de educação continuada, ofereço orientação de carreira aos profissionais a partir desta nova abordagem.

Leia a seguir o artigo Carreiras na Era Exponencial e participe das conversas exponenciais gratuitas e presenciais às sextas, das 16 às 19h e aos sábados, a partir das 19h, no Café Viena da Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Aos domingos, as conversas exponenciais são realizadas a partir das 19h, no Café Viena da Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Campinas. Mais: https://www.youtube.com/watch?v=YInFe2KJcyM | Grupo Linkedin ConversasExponenciais18 https://www.linkedin.com/groups/8663542 | Solicite o envio do Dossiê A Era Exponencial: Cresça sem Limites. | Envie suas perguntas, comentários e sugestões aqui neste site ou também por meio do Twitter: @joaoflorebastos ou #ConversasExponenciais18

João Florêncio Bastos – Especialista em Planejamento de Carreira FOTOidealTV

(19) 99865-4060  joaoflorenciobastos@gmail.com

https://www.linkedin.com/in/joaoflorenciobastos

As relações entre as organizações e os profissionais estão passando por grandes mudanças porque a dependência transforma-se em parceria e abre novos espaços para o desenvolvimento de carreiras inéditas. As organizações têm valorizado cada vez mais os conhecimentos que os profissionais têm obtido nos cursos de graduação e pós-graduação. Os profissionais, por sua vez, têm atualizado os seus conhecimentos por meio dos mais variados projetos de educação continuada.

Os conceitos de autonomia, maestria e propósito habilitados pela tecnologia estão na base do modelo econômico atual – que vem sendo chamado de exponencial – e estimulam uma nova abordagem para o planejamento da carreira profissional.

1 – A valiosa âncora de carreira

Para perceber as principais tendências no mercado de trabalho, acredito que a educação continuada representa uma valiosa âncora, que não podemos abrir mão, seja qual for o rumo que as nossas carreiras venham a tomar. A educação continuada é um processo que visa nos tornar responsáveis pela nossa própria educação.

No sentido figurado, podemos definir âncora como proteção, amparo, abrigo. A valorização de uma âncora, na maioria das vezes, está relacionada aos ambientes que frequentamos ao longo de nossa vida. É razoável considerar que os principais ambientes ao longo de nossa vida são a família, a escola e o trabalho. Muitos valores que aprendemos em família são tão fortes, que os praticamos todos os dias com as mais variadas pessoas de nosso relacionamento.

A escola, por sua vez, é um palco onde muitos de nossos valores podem ser diferentes dos valores dos professores e dos demais colegas de classe. Nos cursos graduação, pós-graduação e projetos de educação continuada, o convívio entre os professores e colegas é muito importante visando a criação (e manutenção) de uma ampla rede de relacionamentos que poderá alavancar a carreira de todos os envolvidos.

Porém, é no trabalho que os nossos valores devem ser mais alinhados com os valores das organizações. É no trabalho que experimentamos a aplicação de nossos conhecimentos, habilidades e atitudes por meio de entregas adequadas visando atingir os nossos objetivos profissionais a partir do planejamento estratégico das organizações.

Nas organizações, os profissionais iniciam suas trajetórias em momentos diferentes, com qualificações diferentes e fazem, a todo o momento, ajustes e correções de rota para acompanhar as mudanças no mercado de trabalho.

2 – As necessidades do mercado de trabalho

Cada vez mais, o mercado de trabalho tem considerado a importância do planejamento de carreira a partir de três necessidades básicas (sempre lembradas pelos professores da graduação e da pós-graduação, como também pelos líderes nas organizações), representadas nas competências de: produzir em equipe, comunicar com objetividade e cultivar relacionamentos.

2.1 – Produzir em equipe.

Os profissionais que, individualmente, produzem bons resultados sempre serão bem avaliados. Porém, se demonstrarem dificuldades para desenvolver atividades em grupos – que têm vida útil cada vez mais curta e que, por esta razão devem apresentar resultados imediatos – vão perder grandes oportunidades de crescimento e enriquecimento de carreira.

No ambiente corporativo, as equipes multifuncionais enfrentam muitas situações que contribuem para a compreensão do negócio da empresa e do comportamento do cliente, em vários setores da economia. O conceito de trabalho em equipe – na perspectiva das organizações que investem e reinvestem em aprendizagem – é cada vez mais aplicado porque, cada integrante da equipe, pode compartilhar com os seus colegas, aquelas valiosas informações que estão ao seu alcance, possibilitando que as atividades sejam desenvolvidas com padrões elevados de qualidade.

2.2 – Comunicar com objetividade.

No campo da comunicação, as pessoas que sabem transmitir de maneira simples e objetiva o que estão pensando têm acesso às melhores oportunidades nas organizações. A habilidade de transmitir ideias com clareza e segurança é de fundamental importância, uma vez que é crescente a demanda pela criação de grupos multifuncionais, reunindo colaboradores de vários departamentos e de diferentes formações profissionais, na busca por soluções inovadoras.

No processo de comunicação e relacionamento interpessoal, dentro das organizações, ocorrem profundas transformações tendo em vista o achatamento das estruturas hierárquicas. Cada vez mais as pessoas responsáveis pelas decisões estão se aproximando daquelas que fazem o produto final ou prestam serviços ao cliente.

2.3 – Cultivar relacionamentos.

Em cada ambiente nos relacionamos com pessoas que direta ou indiretamente irão influenciar as nossas carreiras. Cultivar relacionamentos tem sido uma das mais discutidas necessidades no mercado de trabalho porque o conceito de fidelidade dos colaboradores para com as organizações mudou a partir do momento em que estas começaram a reduzir os níveis hierárquicos.

As melhores oportunidades de trabalho não estão somente nos classificados da internet, nas agências de emprego ou em poder dos headhunters. Estão também nos relacionamentos que aprendemos a cultivar ao longo de nossa carreira.

3 – Os nossos comportamentos e as necessidades do mercado de trabalho

Identificadas as três necessidades lembradas pelos professores e líderes, destaco agora os três comportamentos que poderíamos desenvolver para melhor dialogar com as organizações.

O primeiro comportamento está relacionado ao aprimoramento da percepção sobre as próprias expectativas profissionais. O autoconhecimento é fundamental no processo de planejamento de carreira, uma vez que não existem fórmulas infalíveis para construir uma carreira de sucesso, até mesmo porque o conceito de sucesso pode variar de pessoa para pessoa.

O segundo comportamento consiste em alinhar as nossas atribuições profissionais com a realidade do mercado de trabalho. É necessário que o questionamento da percepção sobre as expectativas profissionais seja um exercício constante em nossas vidas, uma vez que, a partir dos valores aprendidos na família, escola e trabalhos anteriores, podemos atuar sobre o presente e projetar nosso futuro.

O terceiro comportamento se baseia na habilidade de elaborar uma estratégia particular para competir no mercado de trabalho, por meio da educação continuada. Muitos profissionais academicamente qualificados perdem as suas posições diante dos concorrentes que, além de boa formação acadêmica, possuem melhor conhecimento dos ambientes onde ocorrem as mudanças.

Por meio do planejamento de carreira, os profissionais – atentos a estes três comportamentos – identificam as melhores estradas nas organizações porque os planos de ação, oriundos do planejamento estratégico, transformam-se em plataformas extremamente úteis, revelando investimentos no negócio, de onde podem surgir oportunidades para redirecionarem as suas carreiras.

Como gerir a sua carreira na Era Exponencial com mais autonomia, maestria e propósito? Por meio do questionamento do progresso na carreira visando definir o seu objetivo, estabelecer as suas metas, explorar os seus pontos fortes, identificar as oportunidades, escolher as estratégias, agir e avaliar os resultados. Planejar a carreira é focar o desenvolvimento profissional no autoconhecimento, na educação continuada e no processo de fazer escolhas frente às oportunidades de trabalho na Era Exponencial.

João Florêncio Bastos Filho – Consultor e palestrante especialista em Planejamento de Carreira. Ex-consultor de Desenvolvimento Gerencial da Caterpillar Brasil. Autor do livro interativo Planejamento de Carreira, disponível gratuitamente no http://www.slideshare.net/joaoflorenciobastos 

Carreiras na Era Exponencial – #ConversasExponenciais18

Que tal questionar e refletir sobre uma nova abordagem para o planejamento de sua carreira na Era Exponencial?

Participe das conversas exponenciais gratuitas e presenciais às sextas, das 16 às 19h e aos sábados, a partir das 19h, no Café Viena da Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Aos domingos, as conversas exponenciais são realizadas a partir das 19h, no Café Viena da Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Campinas.  Mais: https://www.youtube.com/watch?v=YInFe2KJcyM | Grupo Linkedin ConversasExponenciais18 https://www.linkedin.com/groups/8663542 | Solicite o envio do Dossiê A Era Exponencial: Cresça sem Limites. | Envie suas perguntas, comentários e sugestões aqui neste site ou também por meio do Twitter: @joaoflorebastos ou #ConversasExponenciais18

Autonomia, maestria e propósito habilitados pela tecnologia estão na base do modelo econômico exponencial e estimulam uma nova abordagem para o planejamento da carreira profissional das pessoas que desejam compreender melhor o mercado de trabalho no qual estão inseridas, por meio dos cursos de Pós-Graduação e MBA.

“A carreira é um sonho sonhado / Pra você que tem se planejado / Metas por escrito / Dos seus sonhos vão se aproximar.”

http://www.joaoflorenciobastos.wordpress.com

 

Como fazer a pós e alinhá-la com a nova abordagem para o planejamento de carreira na Era Exponencial? Como vai ser o seu curso de pós-graduação ou MBA?

 

Quero compartilhar neste breve artigo um pouco da minha experiência ao conduzir as #ConversasExponenciais18 gratuitas e presenciais no Café Viena da Livraria Cultura, a partir da indagação do economista espanhol Javier Celaia, publicada na matéria A livraria do futuro, na edição 116 da Revista da Cultura, dedicada a trazer em suas páginas matérias que, de alguma forma, celebram os 70 anos da trajetória da Livraria Cultura.

Celaya, considerado uma importante referência na investigação do mercado editorial indaga: “Por que alguém sairia de casa para comprar um livro se pode fazê-lo, pela internet, sentado no sofá? A única coisa que fará com que as pessoas se desloquem até uma livraria, é que ela terá lá, no espaço físico, uma experiência melhor, mais proveitosa e rica, muito além do que se fosse comprar de casa.”

Ao refletir sobre a indagação de Celaya, tenho compartilhado com diversos profissionais, as minhas pesquisas sobre a participação dos mesmos em cursos de pós-graduação ou MBA e o adequado alinhamento com a nova abordagem para o planejamento de carreira na Era Exponencial.

Seja qual for o curso, a escola, a carga horária, presencial ou a distância, aberto ou in company, você irá precisar de muita dedicação, disciplina e determinação. Afinal, será necessário justificar para si mesmo o investimento em termos de dinheiro, por exemplo.

Dedicação de tempo para refletir sobre a troca de experiências com os professores e colegas de turma, disciplina para dar conta das leituras e elaboração de trabalhos extraclasse e determinação para participar ativamente das aulas e discussões em grupo.

Ao longo do curso será necessário testar as experiências da sala de aula no ambiente de trabalho. É por esta razão que recomendo elaboração do artigo acadêmico, para a conclusão do curso, a partir das reais necessidades da organização onde você trabalha. É a maneira mais eficaz de perpetuar os conhecimentos e habilidades, obtidos na pós, à nova abordagem para o planejamento de carreira porque, simultaneamente, proporciona a você novas oportunidades de crescimento na organização, destaca a sua experiência profissional/acadêmica em processos seletivos e viabiliza planos de negócio para uma carreira autônoma.

A proatividade na aplicação do aprendizado obtido na pós-graduação ou MBA para o ambiente de trabalho é o grande diferencial dos profissionais quando são avaliados pelos seus superiores, colegas de mesmo nível hierárquico e até mesmo clientes e fornecedores. Também nos processos seletivos, os entrevistadores pedem exemplos de situações onde os conhecimentos e habilidades adquiridos na pós, foram colocados em prática.

Durante o curso é fundamental participar ativamente dos trabalhos de todas as disciplinas, além de procurar estreitar os laços de amizades com os colegas de classe porque o networking é um dos aspectos mais relevantes nos relacionamentos, dentro e fora da sala de aula. Tão relevante, que sempre sugiro – mesmo nos intervalos entre as aulas – fazer breves contatos com alunos de outras turmas, funcionários da instituição de ensino e demais professores.

Paralelamente, muitas escolas de negócios oferecem palestras e workshops sobre os mais variados temas que não conflitam com os dias e horários das aulas normais do curso. Estes eventos devem ser bem aproveitados e podem representar o acesso à inúmeras oportunidades de negócios entre os alunos e suas respectivas organizações. Desta forma, a sua determinação é importante sobre a escolha onde fazer a pós – alerta Gilberto Gil na canção Oriente (Determine rapaz / Onde vai ser seu curso de pós-graduação). Porém, é mais importante você saber como aplicar o que aprende nela.

Portanto, como gerir a sua carreira na Era Exponencial com mais autonomia, maestria e propósito? Por meio do questionamento do progresso na carreira visando definir o seu objetivo, estabelecer as suas metas, explorar os seus pontos fortes, identificar as oportunidades, escolher as estratégias, agir e avaliar os resultados. Planejar a carreira é focar o desenvolvimento profissional no autoconhecimento, na educação continuada e no processo de fazer escolhas frente às oportunidades de trabalho na Era Exponencial.

João Florêncio Bastos Filho – Consultor e palestrante especialista em Planejamento de Carreira. Ex-consultor de Desenvolvimento Gerencial da Caterpillar Brasil. Autor do livro interativo Planejamento de Carreira: Segure firme o timão de sua carreira – Uma reflexão para auxiliar os alunos da pós-graduação lato sensu a planejarem as suas carreiras profissionais, disponível gratuitamente no http://www.slideshare.net/joaoflorenciobastos 

Carreiras na Era Exponencial – #ConversasExponenciais18

Que tal questionar e refletir sobre uma nova abordagem para o planejamento de sua carreira na Era Exponencial?

Participe das conversas exponenciais gratuitas e presenciais às sextas, das 16 às 19h e aos sábados, a partir das 19h, no Café Viena da Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Aos domingos, as conversas exponenciais são realizadas a partir das 19h, no Café Viena da Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Campinas. Mais: https://www.youtube.com/watch?v=YInFe2KJcyM | Grupo Linkedin ConversasExponenciais18 https://www.linkedin.com/groups/8663542 | Solicite o envio do Dossiê A Era Exponencial: Cresça sem Limites. | Envie suas perguntas, comentários e sugestões aqui neste site ou também por meio do Twitter: @joaoflorebastos ou #ConversasExponenciais18

Autonomia, maestria e propósito habilitados pela tecnologia estão na base do modelo econômico exponencial e estimulam uma nova abordagem para o planejamento da carreira profissional das pessoas que desejam compreender melhor o mercado de trabalho no qual estão inseridas, por meio dos cursos de Pós-Graduação e MBA. Nos mais variados projetos de educação continuada, ofereço orientação de carreira aos profissionais a partir desta nova abordagem.

Sua carreira na Era Exponencial com mais autonomia, maestria e propósito. Envie suas perguntas, comentários e sugestões também pelo Twitter @joaoflorebastos ou #ConversasExponenciais18 | (19) 99865-4060 | joaoflorenciobastos@gmail.com

“A carreira é um sonho sonhado / Pra você que tem se planejado / Metas por escrito / Dos seus sonhos vão se aproximar.”

http://www.joaoflorenciobastos.wordpress.com

https://plus.google.com/+JoãoFlorêncioBastos

https://www.facebook.com/joaoflorenciobastos

https://www.linkedin.com/in/joaoflorenciobastos

https://www.youtube.com/watch?v=YInFe2KJcyM

LivCultNACIONAL.jpg

Palestras e eventos líteromusicais gratuitos Âncoras, Portos e Timoneiros 

A nova abordagem para o planejamento de carreira na Era Exponencial, dirigida aos alunos da graduação e do ensino médio que estão iniciando a carreira no mercado de trabalho, por ocasião do início das atividades comemorativas dos 10 anos do lançamento do livro Planejamento de Carreira: Segure firme o timão de sua carreira, Editora Árvore da Terra e dos 15 anos do lançamento do livro Gestão de Carreiras: Âncoras, Portos e Timoneiros, Fênix Editora.

Na palestras e eventos líteromusicais gratuitos, o livro Planejamento de Carreira – que está disponível gratuitamente no www.slideshare.net/joaoflorenciobastos e que foi originalmente concebido para alunos da pós-graduação – tem o seu conteúdo adaptado para os alunos da graduação e do ensino médio.

Leia a seguir um breve trecho da reportagem Paixão mais razão é igual a sucesso: A escolha de uma profissão é um processo racional, sim. Mas suas chances de sucesso são maiores se seguir aquilo de que gosta publicada na coluna Suas Escolhas, do Guia do Estudante da Editora Abril:

Musicoterapia ou Sistemas de Informação? Moda ou Odontologia? Nunca houve tantas possibilidades de escolha para quem vais prestar vestibular. E essas são apenas as portas de entrada. Uma vez na faculdade você pode escolher uma habilitação profissional ainda durante a graduação ou uma especialização na pós-graduação. Quem estuda Arquitetura e Urbanismo, por exemplo, conta com um cardápio de oito alternativas. Quem segue Psicologia tem dez. E os estudantes de medicina podem optar entre mais de 50 especializações.

Com tantas rotas à disposição, como saber que se está fazendo a escolha certa? Antes de mais nada, procure não se afobar. “Nessa idade, a ansiedade é natural”, afirma João Florêncio Bastos, consultor em gestão de carreiras e educação continuada e professor do curso de pós-graduação em Gestão de Recursos Humanos da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep). “Afinal, você quer logo conseguir a sua independência financeira. Mas é preciso administrar essa ansiedade para fazer uma boa escolha, informando-se sobre as opções de carreira existentes, as características de cada profissão e as perspectivas de mercado de trabalho é uma etapa fundamental em sua orientação. As fontes de informação podem – e devem – ser as mais diversas. Vale tudo: conversar com os pais, tios, professores e amigos que já fizeram escolhas desse tipo; juntar folhetos e verificar os sites das faculdades; encarar testes vocacionais; consultar guias; ler reportagens em revistas; pesquisar na internet; e conversar em associações e sindicatos. Fique de olho no que o mercado está pedindo, porém identifique em primeiro lugar uma profissão em que você encontre realização”, diz o consultor Bastos Filho. “O ideal é conciliar seus interesses com o que o mercado está procurando, mas, na dúvida, dê preferência para as atividades de que gosta mais.”

Ouça a entrevista Por que um timão? concedida ao jornalista Heródoto Barbeiro, no programa Mundo Corporativo da Rádio CBN, planejada a partir do conteúdo do livro Gestão de Carreiras: Âncoras, Portos e Timoneiroshttp://cbn.globoradio.globo.com/colunas/mundo-corporativo/2007/01/21/UMA-CARREIRA-PRECISA-SER-CUIDADOSAMENTE-PLANEJADA-E-TER-OBJETIVOS-BEM-DEFINIDOS-O-CONTROL.htm

Autonomia, maestria e propósito habilitados pela tecnologia estão na base do modelo econômico exponencial e estimulam uma nova abordagem para o planejamento de carreira profissional. Nos mais variados projetos de educação continuada, ofereço orientação de carreira a partir desta nova abordagem.

Mais: (19) 99865-4060 | joaoflorenciobastos@gmail.com | www.joaoflorenciobastos.wordpress.com | www.linkedin.com/in/joaoflorenciobastos |  Twitter: @joaoflorebastos #ConversasExponenciais18 #DebatesExponenciais18 #Drucker110anos  | Contribuir para ampliar a interpretação de ideias.

capaLIVROboares  GCapt bienaldolivro

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Anúncios